Home » Arquitetura e Decoração » De pequenos espaços a grandes desafios

De pequenos espaços a grandes desafios

Casa Cor 2010 Saleta de TV - Crédito Ralph Voigt2

Casa Cor 2010 Saleta de TV – Crédito Ralph Voigt2

 

A época de transformar ambientes pequenos em depósitos de bagunça já passou. Hoje eles podem ser muito bem aproveitados quando se aposta no talento de um profissional de arquitetura ou decoração

Projetar espaços pequenos é sempre um desafio, tanto para o proprietário, que quer aproveitá-lo da melhor maneira e pode acabar exagerando, quanto para os profissionais de arquitetura e design de interiores, que devem conseguir equilibrar todos os itens. Ambientes com pouca metragem quadrada devem ser pensados de forma que fiquem extremamente funcionais e deem sensações de amplitude, utilizando artifícios na decoração e no layout.

“Uma área muito pequena, de forma alguma é um impeditivo para se fazer um bom trabalho de design de interiores. Na verdade é um grande desafio, pois tudo deve ser milimetricamente pensado para otimizar o espaço de forma que fique bem funcional e amplo dentro da pequena metragem a ser trabalhada”, afirma a arquiteta e designer de interiores Renata Mueller. Algumas soluções podem ser usadas para ampliar cômodos pequenos, como por exemplo o uso de espelhos, sofá encostado no pé da cama, closet no acesso para a entrada do banheiro, gavetões embaixo da cama e mesas encostadas na parede.

Acontece, muitas vezes, dos proprietários terem espaços com essas características, mas não saberem como usá-los. Sugestões e projetos de um profissional da área resolvem o problema e opções interessantes seriam transformá-los em escritório, quarto de hóspedes, ou ainda uma saleta de TV, como Renata Mueller propôs em 2010 em seu ambiente assinado na Casa Cor Paraná. Na mostra, o cômodo tinha apenas 9 metros quadrados, foi projetado na cor marrom laqueado e o teto em cima do sofá foi rebaixado com a própria madeira para dar um ar intimista ao local. “Busco sempre linhas limpas e básicas da marcenaria, neste caso elas contrastaram com o restante, que era claro, com o papel de parede creme de couro de cobra e o tapete com pelo de boi”, explica a arquiteta e design. O charme do projeto é exatamente esse aproveitamento do espaço, em que as escolhas dos detalhes fazem toda a diferença.

Sobre a Renata Mueller:

Renata Mueller nasceu em Curitiba (PR), cresceu em uma família de engenheiros e a paixão pela arquitetura veio logo cedo. Formou-se em Design de Interiores e logo depois se dedicou ao curso de Arquitetura e Urbanismo. Hoje a arquiteta alia seus conhecimentos das duas áreas em um estilo próprio. Já participou das principais mostras de decoração do Paraná e esse ano estará pelo quinto ano consecutivo na Casa Cor Paraná.

 

Serviço:

Renata Mueller

Arquitetura. Design. Arte

Rua: Visconde do Rio Branco, 1717, sala 64. Centro.

Fone: (41) 3223-4380

http://www.renatamueller.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *