Home » Esportes » Argentina vence por 1 a 0 e volta às semis após 24 anos

Argentina vence por 1 a 0 e volta às semis após 24 anos

Higuaín foi o herói da vitória argentina sobre a Bélgica (foto: EPA)

Higuaín foi o herói da vitória argentina sobre a Bélgica (foto: EPA)

 

Gonzalo Higuaín fez o gol do triunfo sobre a Bélgica

 A última vez que a Argentina havia disputado uma semifinal de Copa do Mundo foi em 1990, quando o país ainda era carregado pelo talento de Diego Armando Maradona.

    Foi preciso que outro gênio do mesmo quilate jogasse para que a albiceleste repetisse tal feito. Com Lionel Messi novamente decisivo, a seleção sul-americana derrotou a Bélgica por 1 a 0 no Mané Garrincha e superou as quartas de um Mundial pela primeira vez em 24 anos.

    Desde o primeiro minuto de jogo, os argentinos exerceram sua superioridade sobre a dita ótima geração belga, e logo aos 6 conseguiram abrir o placar. Com dois marcadores em cima, Messi achou Ángel di María sozinho, o meia do Real Madrid tentou acionar Pablo Zabaleta na direita, mas a bola desviou na defesa e caiu nos pés de Gonzalo Higuaín, que emendou de primeira e mandou para o fundo das redes de Thibaut Courtois. Os Diabos Vermelhos tentaram responder usando seu bom toque de bola, mas com Eden Hazard sumido no jogo faltou infiltração, e a melhor oportunidade veio em um chute de média distância de Kevin De Bruyne, bem defendido por Sergio Romero. A grande chance de marcar foi mesmo da albiceleste, em falta na meia-lua cobrada por Messi por cima do gol.

    Ainda na primeira etapa, a Argentina sofreu um sério desfalque. Di María sentiu uma lesão muscular e foi substituído por Enzo Pérez. Porém a ausência do craque do Real Madrid foi pouco sentida pelos sul-americanos, até porque eles tinham Higuaín em grande forma. No início do segundo tempo, o centroavante deu uma caneta em Vincent Kompany e bateu forte, mas a bola parou no travessão.

    Em seguida, a Bélgica começou a ser mais incisiva, tentando aproveitar a altura de Marouane Fellaini e o sol no rosto de Romero em jogadas aéreas. Mas a contestada defesa argentina fez uma partida digna de Thiago Silva e David Luiz. Bem no alto e no chão, Martín Demichelis e Ezequiel Garay não deram chance para o ataque belga, que tentou até o fim, mas sem sucesso.

    Quem brilhou mesmo foi o jovem goleiro Courtois. Já nos acréscimos, Messi saiu cara a cara com o arqueiro, que fez uma defesa incrível nos pés do craque. Hoje, o atacante do Barcelona não mostrou sua genialidade, mas foi novamente decisivo. Ele participou ativamente de praticamente todos os gols da Argentina na Copa, e vai seguindo os passos de Maradona, o último a levar o país uma final de Mundial.

Após o jogo, os jornais argentinos confirmaram que o atacante Angel Di María está fora da Copa do Mundo por uma lesão muscular. (ANSA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *